TIAGO SEIDE PEDE INTERVENÇÃO DO GOVERNO PARA RESOLVER DISPUTA DE POSSE TERRA EM SUZANA

TIAGO SEIDE PEDE INTERVENÇÃO DO GOVERNO PARA RESOLVER DISPUTA DE POSSE TERRA EM SUZANA

O novo presidente da Associação “Onenoral” dos Filhos e Amigos da Secção de Suzana(AOFASS), Tiago Seide pediu este sábado, 13 de julho de 2019, o governo guineense que assuma responsabilidade política e jurídica para resolver o problema da disputa de posse de terra entre as tabancas na secção de Suzana, sector do São Domingos.

“O que está a passar na secção de Suzana é a falta de autoridade de Estado, os problemas que envolvem as tabancas de Arame, Elia, Kassu, Djobel e Culadje ultrapassam a capacidade interventiva da AOFASS, pelo que é urgente que o executivo, assuma a sua responsabilidade política e jurídica para resolver o problema, caso contrário muitas pessoas poderão vir a perder a vida”, revelou Seide.

Seide falava na cerimônia de tomada de posse dos novos órgãos sociais da AOFASS, num dos hotéis da capital Bissau, na qual revela que os confrontos registados no mês de maio último e que resultaram em dois mortes são provas inequívocas de que se não forem tomadas as medidas, a situação poderão vir a piorar.

Seide diz que o momento exige que os membros da organização estejam unidos para, em conjunto, influenciarem as políticas públicas junto do executivo e das Organizações Não Governamental para melhorar as situações de saúde, educação e de ausência de Estado naquela zona.

O jovem líder da organização, promete usar influência junto do Ministério da Educação para os professores da secção de Suzana possam ser integrados no programa de curso de Língua Portuguesa para os professores do Ensino Básico, financiado pela Fundação Fé e Cooperação.

“Não podemos pensar numa educação de qualidade se não nos apostarmos na formação e reciclagem continua dos professores. A secção de Suzana conta atualmente com cerca de 100 professores. A metade desses docentes não tem a formação pedagógica”, referiu Seide.

Igualmente professor, Seide revela também que AOFASS vai apoiar na formação de educadores de infância e incentivar a criação de jardins infantis em diferentes tabancas da secção de Suzana.

No que refere a questão de areias pesadas, Seide afirma que a organização que dirige continuará a fazer a advocacia iniciada pela direção anterior para que os benefícios da exploração de areias pesadas possam traduzir em projetos concretos que promovam o desenvolvimento local.

Criado em outubro de 1999, AOFASS tem como objetivo principal congregar todas as Associações de diferentes tabancas da secção de Suzana radicadas em Bissau, a fim de em conjunto enfrentar diversos problemas sensíveis de ordem económico, social e cultural que afectam esta comunidade, a fim de evitar comportamentos de riscos.

Seide que foi eleito no passado mês de junho, promete reestruturar e organizar a OAFASS, criando não só um banco de dados e consequentemente atribuição de cartão de sócio aos associados mas também as estruturas de base em diferentes lugares onde reside maior número de filhos da secção de Suzana.

Por: AC

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu