Tentativa de limitar o exercício da liberdade de imprensa!

Tentativa de limitar o exercício da liberdade de imprensa!

Um agente da Polícia da Intervenção Rápida (PIR), retirou abusivamente o Smartphone de Jornalista Alison Cabral, chefe de redação da Rádio Jovem Bissau na sequência do protesto da juventude dos partidos de maioria parlamentar, para exigir a nomeação de novo governo.

Este comportamento ilegal e abusivo do agente em causa, foi fundamentado com os argumentos de que é proibido fotografar os agentes que mantinham ordem pública durante a manifestação realizada ontem.

O smartphone, só foi devolvido, graças as intervenções do Sindicato de Jornalistas, das Nações Unidas e de um comandante da corporação.

É importante que as forças de segurança saibam definitivamente, que a liberdade de imprensa é um direito fundamental e um princípio estruturante do estado de direito que a Guiné-Bissau proclama constitucionalmente.

Todas as tentativas de limitar este valor supremo fora dos termos previstos na lei, é arbitrária, e, por conseguinte, devem ser combatidas por todos.

Fonte: LGDH

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu