SECTORES DA EDUCAÇÃO E SAÚDE NAS PRIORIDADES DA COOPERAÇÃO ENTRE PORTUGAL E GUINÉ-BISSAU

SECTORES DA EDUCAÇÃO E SAÚDE NAS PRIORIDADES DA COOPERAÇÃO ENTRE PORTUGAL E GUINÉ-BISSAU

O ministro dos Negócios Estrangeiros português, disse esta sexta-feira, 26 de junho de 2019, em Bissau, que o sector da educação, saúde, segurança, economia e agricultura, são áreas de prioridade do próximo programa da cooperação entre Portugal e a Guiné-Bissau.

Augusto Santos Silva falava à imprensa a saída do encontro com o primeiro-ministro guineense, Aristides Gomes, no palácio do governo, na qual revela que o encontro com a titular da pasta da diplomacia guineense, permitiu definir as prioridades do próximo programa da cooperação entre os dois países.

“A reunião com a ministra dos Negócios Estrangeiros guineense, Suzi Barbosa, teve essa agenda muito prática, definirmos quais são as prioridades do próximo programa da cooperação entre os dois países e quais são as áreas que essas prioridades devem realizar-se”, explicou Santos Silva.

Santos Silva destacou que a cooperação entre os dois países engloba ainda os apoios nas funções da soberania, desenvolvimento rural, pesca, turismo, energia e minas, da qual a Guiné-Bissau e Portugal retiram o benefício rumo ao desenvolvimento.

O chefe da diplomacia portuguesa diz que em todos os eixos definidos com o governo da Guiné-Bissau, a cooperação entre empresas portuguesas e guineenses é possível e é bem-vinda.

Além do chefe do executivo guineense, Augusto Santos Silva reuniu-se com a ministra dos Negócios Estrangeiros, Suzi Barbosa, ministro da Economia e das Finanças, Geraldo Martins e o Presidente da Republica Cessante, José Mário Vaz.

O ministro dos Negócios Estrangeiros português é o primeiro governante estrangeiro a visitar a Guiné-Bissau após a tomada de posse do novo Governo saído das eleições legislativas de Março.

O Programa Estratégico de Cooperação entre Portugal e a Guiné-Bissau para o período 2015-2020 tem um envelope financeiro indicativo de 40 milhões de euros e tem como prioridades a promoção da boa governação, o Estado de Direito e os direitos humanos, o desenvolvimento sustentável e os bens públicos globais.

Por: AC

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu