RENAJ REALIZA GALA DE DISTINÇÃO DAS PERSONALIDADES NO ÂMBITO DA 13ª EDIÇÃO DA ESCOLA NACIONAL DE VOLUNTARIADO

RENAJ REALIZA GALA DE DISTINÇÃO DAS PERSONALIDADES NO ÂMBITO DA 13ª EDIÇÃO DA ESCOLA NACIONAL DE VOLUNTARIADO

A Rede Nacional das Associações Juvenis (RENAJ), realizou na passada sexta feira 16 de novembro 2018 a gala de apresentação de resultados, entrega de certificados e distinção de personalidades no âmbito de realização das atividades de extensão da 13ª Edição da Escola Nacional de Voluntariado que se realizou na cidade de Gabú de 10 a 25 de agosto do ano em curso, sob lema, “Por uma juventude autodeterminada e presente na consolidação da democracia da Guiné-Bissau”.

Presidindo a cerimônia de gala, realizada num dos hotéis de capital, Primeiro-ministro, Aristides Gomes, disse que Chefe do governo disse que as estatísticas tanto da Guiné-Bissau como outros países que estão na mesma situação com o nosso país, mostra que 75 por centos da população têm menos de 35 anos e dentro deste número, mais de 50 por centos podem ser considerados jovens em termos do desenvolvimento econômico social.

Nesse sentido, Chefe do executivo guineense, informou neste particular que antes das eleições legislativas, o governo vai organizar estados gerais de educação, em que participarão sindicados dos professores, organização juvenis, pais e encarregados de educação e todas as franjas sociais para que possam encontrar uma justa equilíbrio do relacionamento, entre governo e organizações sindicais.

Aristides Gomes, reconheceu que estado da Guiné-Bissau tem sido fraco e dificuldade em pagar salários e atrasados as empresas que servem a nação, mas é preciso que toda camada social do país levantarem para dizer os professores que devem ter a consciência que as suas reivindicações para melhorar as condições de vida, devem ser feitas através das manifestações pacificas, mas não greves que podem matar escolas públicas.

O Padrinho de Evento, Luís Silva de Melo, disse que uma juventude formada e orientada, consegue sobreviver e trabalhar em prol do desenvolvimento do seu país, evitando assim, vários vícios que normalmente a camada juvenil é tentada a fazer. Adianta ainda que enquanto presidente da Camará Municipal de Bissau, estará disponível para apoiar qualquer evento juvenil no país.

Para o Presidente da Rede Nacional das Associações Juvenis (RENAJ), Gueri Gomes Lopes, assegurou que a juventude constitui a camada maioritária da Guiné-Bissau, sendo assim, tem maior responsabilidade no processo eleitoral em curso no país. Adianta ainda que a participação da juventude nesse processo deve ser profícua, efetiva e proativa que pelo dois níveis nomeadamente a participação cívica e programas eleitorais capaz de levar o país, rumo ao desenvolvimento.

Aquele responsável da RENAJ, advertiu que no dia em que o país tiver 25 por centos dos jovens como deputados da nação o parlamento guineense será transformador e capaz de produzir as legislações para o bem do povo. Sublinha ainda que a juventude guineense é negada de poder contribuir para o desenvolvimento do seu país, a educação, saúde e emprego.

Por: Aguinaldo Ampa
Foto: AA

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu