QUEDUTAR IALÁ É PRIMEIRO CICLISTA GUINEENSE A ASSINAR UM CONTRATO PROFISSIONAL NA EUROPA

QUEDUTAR IALÁ É PRIMEIRO CICLISTA GUINEENSE A ASSINAR UM CONTRATO PROFISSIONAL NA EUROPA

O Hexacampeão Nacional de Ciclismo, Quedutar Cul Ialá, vai assinar um contrato profissional com o clube espanhol de ciclismo, Guerciotti Kiwi Atlântico de Corunha, tornando, assim, primeiro ciclista nacional a assinar um contrato profissional na Europa.

O referido contrato tem duração de um ano renovável, e de acordo com a Federação Nacional de Ciclismo, Quedutar vai assinar o documento que o ligará aos espanhóis, no próximo dia 18 de Outubro de 2018, nas instalações da embaixada da Guiné-Bissau em Portugal.

Embora os valores envolvidos do negócio não fossem revelados, o presidente da Federação Nacional de Ciclismo, Sabino Nhassé, acredita que foi um passo importante na promoção do ciclismo nacional e na valorização do atleta.

Quedutar despertou atenção dos responsáveis do emblema espanhol durante a prova internacional, “volta à Moutain Bike” de Catalunha, que decorreu de 28 à 30 de setembro último.

O hexacampeão chegou a competição com um dia de atraso e competiu apenas dois dos três dias da corrida, mas mesmo assim, Ialá encantou os dirigentes de Guerciotti Kiwi Atlântico, que enviaram de imediato o seu diretor, Henrique salgueiro para tratar do negócio.

As habilidades e o talento do jovem ciclista guineense despertaram um grande interesse do clube, que entraram em contacto com a Federação de Ciclismo da Guiné-Bissau, através da Federação Internacional de Ciclismo, conforme nos conta, Sabino Nhassé.

O Líder da Federação do Ciclismo do país reafirmou o engajamento da sua instituição na promoção da modalidade, com ações desse género, como forma de motivar outros ciclistas nacionais.

Nhassé adiantou que o negócio já está tudo acertado e agora resta apenas o ato oficial da assinatura do contrato para a próxima época.

Salienta-se que Quedutar Cul Iala foi seis vezes consecutivo campeão nas provas domesticas, entre os quais, Farim-Bissau, Mansoa-Bissau, Quinhamel-Bissau, Bafatá-Gabu entre outros. No ano passado o ciclista representou o país nas provas internacionais em Marrocos e recentemente em Espanha.

Por: Alcene Sidibé

Foto: FCGB

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu