PRESIDENTE GUINEENSE ENTREGA BANDEIRA NACIONAL A SELEÇÃO NACIONAL DE FUTEBOL

PRESIDENTE GUINEENSE ENTREGA BANDEIRA NACIONAL A SELEÇÃO NACIONAL DE FUTEBOL

O Chefe de Estado da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, entregou esta segunda-feira, 17 de junho de 2019, bandeira nacional ao capitão da seleção de futebol Zezinho Lopes. Bandeira que os “Djurtus” prometem dignificar o país no CAN-2019.

A cerimónia que decorreu na presidência guineense, serviu para os jogadores despediram-se do Presidente da República antes da partida para o Egito, onde decorrerá a maior prova de futebol africano, entre 21 de junho e 19 de julho.

Aos futebolistas, Mário Vaz espera que a união a volta da seleção seja o caminho para resolver atual crise política que dura há cinco anos.

“Normalmente a unidade de todos filhos da Guiné-Bissau não tem religião, não tem cor de pele e no dia a seleção está a jogar sempre ouve a união entre os irmãos guineense, por isso, peço que esta união a volta da seleção permite resolver atual crise politica do país”, argumentou Mário Vaz.

Vaz realçou a coesão e a união na caravana da seleção nacional de futebol, mas alertou que é fundamental continuarem solidários, evitando ato de protagonismo durante a competição.

Na sua curta declaração, o Presidente guineense mostrou-se confiante que a seleção de futebol vai ter sucesso durante o CAN e espera que os guineenses vão se unir em torno da equipa nacional.

Na ocasião, o capitão da seleção nacional, Zezinho Lopes, revela que neste momento a seleção precisa de apoio de todos os guineenses, incluindo o Chefe de Estado, José Mário Vaz para dar força ao grupo de trabalho.

Na CAN2019, que vai decorrer no Egito entre 21 de junho e 19 de julho, a Guiné-Bissau está no grupo F e estreia-se na competição a 25 de junho, contra os Camarões, jogando depois, no dia 27, com o Benin, e em 02 de julho, com o Gana.

Segundo informação na posse da Radio Jovem, a seleção vai partir ainda esta segunda-feira para Egito, mas antes realiza um treino no solo guineense, concretamente no estádio Lino Correia.

Para além do Presidente guineense, os “Djurtus” mantiveram um encontro com primeiro-ministro, Aristides Gomes, no palácio do governo.

Por: AC

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu