PM da Guiné-Bissau diz que país precisa de limpeza para deixar de ser santuário do crime

PM da Guiné-Bissau diz que país precisa de limpeza para deixar de ser santuário do crime

O primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Aristides Gomes, afirmou hoje que o país precisa de uma “limpeza” para deixar de ser um “santuário” para o crime organizado.

“Sem segurança, sem estabilidade, sem uma limpeza para que o país não seja um santuário para o crime organizado, neste caso para o tráfico de droga, nós não captamos investimentos para valorizar os nossos recursos nacionais”, disse Aristides Gomes.

O primeiro-ministro guineense, que chegou hoje ao país depois de uma visita ao Japão, Timor-Leste e Indonésia, falava aos jornalistas no final da cerimónia de incineração de quase duas toneladas de cocaína apreendidas na segunda-feira pela Polícia Judiciária (PJ) guineense, que decorreu nos arredores de Bissau.

No âmbito da operação, a PJ deteve 10 pessoas de várias nacionalidades e apreendeu também várias viaturas de luxo, prédios, lanchas e telefones satélite.

“Nós acabamos de assistir a uma cerimónia com um simbolismo fundamental. É uma cerimónia que mostra que o Governo está determinado através das instituições de segurança a fazer uma limpeza no país, a por um travão num processo que vinha pondo em causa a própria estabilidade da Guiné-Bissau, mas também vinha a por em causa todos os programas de desenvolvimento económicos do nosso país”, salientou o primeiro-ministro.

Na cerimónia de incineração da droga, participaram vários membros do Governo e representantes da comunidade internacional.

Presentes no local, estiveram também elementos da Interpol, que chegaram esta semana ao país.

MSE // JPS

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

This Post Has One Comment

  1. A guiné Bissau precisa por na pratica e deichar de falar boca para forra,como um cidão guineense agradeço pj por serem esperto, é cansativo fazer este trabalho sem condição no fundo de corração tenho orgolho de ser guineense más asveses sinto vergonha adiser que sou guineense.

Deixe uma resposta

Close Menu