PGR GUINEENSE PEDE ATORES POLÍTICOS CONTENÇÃO SOBRE PRONUNCIAMENTO DA OPERAÇÃO NAVARRA

PGR GUINEENSE PEDE ATORES POLÍTICOS CONTENÇÃO SOBRE PRONUNCIAMENTO DA OPERAÇÃO NAVARRA

O Procurador Geral da República da Guiné-Bissau(PGR), Ladislau Embassa pediu contenção por parte dos atores políticos guineenses, quanto ao pronunciamento sobre os processos que se encontram na fase de investigação e cobertos de segredo de justiça, incluindo o processo relativa a apreensão de cerca duas toneladas de droga pela Polícia Judiciária(PJ), na denominada ‘Operação Navarra”.

Numa nota do PGR, que foi distribuída à imprensa esta quinta-feira, 17 de outubro de 2019, na qual Embassa fez lembrar os atores políticos que procedeu à acusação definitiva do processo ‘Operação Navarra” e consequente remissão do mesmo para o tribunal competente.

Por fim, a Procuradoria Geral da República reafirma a determinação do Ministério Público no combate à criminalidade, sob as mais diversas formas, nomeadamente a de natureza econômica-financeira, com garantias de total imparcialidade e independência desta instituição judiciaria guineense.

De recordar que foram constituídos suspeitos doze indivíduos, sete de nacionalidade guineense, três colombianos, um mexicano e um maliano.

Além dos indivíduos suspeitos, três empresas nacionais, são suspeitas da prática dos crimes de tráfico de droga, associação criminosa e branqueamento de capitais.

De referir que a cocaína já incinerado pela PJ foi apreendida durante a Operação Navarra, levado a cabo nos sectores de Canchungo e Caió, região de Cacheu, norte do país, no final do de augusto e início do mês de setembro.

Além da detenção de 12 pessoas, a corporação policial guineense apreendeu viaturas de luxo, prédios, lanchas rápidas e telefones satélite.

Por: AC

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu