PDD DEFENDE LEGISLATIVAS EM FEVEREIRO DE 2019 NA GUINÉ-BISSAU

PDD DEFENDE LEGISLATIVAS EM FEVEREIRO DE 2019 NA GUINÉ-BISSAU

O Partido Democrático para o Desenvolvimento (PDD), uma formação extraparlamentar, defendeu esta quinta-feira, 22 de Novembro de 2018, a realização das eleições legislativas na Guiné-Bissau, ainda sem data marcada, para finais de Fevereiro de 2019.

A posição do partido foi transmitida à Radio Jovem, pelo líder do PDD, Policiano Gomes, numa entrevista exclusiva, na qual, reconhece que a marcação de uma nova data para o escrutínio é da exclusiva competência do Presidente da República, José Mário Vaz.

Gomes pede diálogo interno entre os partidos políticos guineenses na busca de consensos para o encurtamento de prazos legais previstos na lei eleitoral do país, para permitir que o sufrágio tenha lugar o mais rápido possível.

“Nós pensamos que o período mais salutar neste momento é no final do mês de Fevereiro de 2019, para que todos os partidos se organizarem melhor, além disso, pensamos que deve existir diálogo interno na procura de consensos sobre encurtamentos de alguns prazos previstos na lei eleitoral para que ato tenha lugar”, argumentou Gomes.

As legislativas na Guiné-Bissau estavam marcadas para 18 de novembro, mas dificuldades técnicas e financeiras levaram a atrasos no início do recenseamento, que acabou por ter de ser prolongado além da data prevista para a realização das eleições.

O jovem político que dirige PDD, congratula-se com a decisão do coletivo governamental em prolongar a data de recenseamento até atingir o maior número possível de cidadãos eleitores, antes da marcação da nova data das eleições legislativas.

No passado dia 18 do mês em curso, o Chefe de Estado guineense, apelou o primeiro-ministro, Aristides Gomes, a prosseguir o diálogo com todos os partidos políticos, com a GTAPE e CNE de modo a sugerirem em consenso uma nova data para as eleições legislativas, após a conclusão do recenseamento, sem desconfianças entre atores políticos.

Por: Alison Cabral

 

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu