PAIGC DECLARA-SE VENCEDOR DAS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS DA GUINÉ-BISSAU

PAIGC DECLARA-SE VENCEDOR DAS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS DA GUINÉ-BISSAU

O Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) mostrou-se esta segunda-feira, 11 de março de 2019, confortável com os resultados obtidos nas eleições legislativas realizadas este domingo na Guiné-Bissau, ainda que os resultados provisórios não foram anunciados pela Comissao Nacional das Eleições (CNE).

A posição do partido liderado por Domingos Simões Pereira foi transmitida à imprensa pelo porta-voz do PAIGC, João Bernardo Vieira, na qual apelou aos militantes e simpatizantes do partido a se manterem-s serenos e que aguardarem os resultados da CNE.

“Ainda não dispomos dos dados oficiais, que só serão fornecidos pela CNE, mas sabemos que os guineenses deram ao PAIGC os poderes necessários para administrar o nosso país. O partido se congratula-se e saberá interpretar de forma fiel e correta as escolhas e aspirações do povo”, explicou Bernardo Vieira.

Vieira afirma ainda que os resultados obtidos mostram claramente que o povo guineense compreendeu bem a mensagem do PAIGC e colocou a sua esperança no programa de desenvolvimento “Terra Ranka”, único projeto com condições para tirar o país da pobreza e coloca-lo ao nível dos outros países da sub-região.

O porta-voz assegura que após legitimação da vitória do partido pela CNE, o próximo passo do PAIGC será implementar importantes reformas necessárias para a estabilidade e o arranque do país rumo ao desenvolvimento.

Vieira que foi secretário de Estado dos Transportes e Comunicações, revela que, neste momento, o mais importante é unir o povo guineense sem distinção de raça, etnia e religião, para que o povo seja o primeiro e o principal vencedor.

De salientar que cerca de 762 mil eleitores foram chamados no domingo para a escolha de 102 deputados ao parlamento e a Comissão Nacional de Eleições (CNE) promete divulgar os resultados oficiais provisórios na quarta-feira.

Embora, o líder da Frente Patriótica de Salvação Nacional (FREPASNA), Baciro Dja reconheceu esta segunda-feira (11.03) que o seu partido foi derrotado nas eleições legislativas deste domingo na Guiné-Bissau..

Os guineenses foram chamados a votar nas legislativas da Guiné-Bissau, tentando pôr fim a uma crise política que dura há quatro anos.

Por: Alison Cabral

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu