OS DJURTUS EMPATA FRENTE A BENIN E MANTEM VIVO O SONHO DE PASSAR PARA PROXIMA FASE

OS DJURTUS EMPATA FRENTE A BENIN E MANTEM VIVO O SONHO DE PASSAR PARA PROXIMA FASE

A seleção nacional de futebol empatou este sabado, 29 de junho, frente ao Benin a zero bola e vivo o sonho de se qualificar para os oitavos de final da prova.

Apesar de estar na ultima posição com um só ponto, os comandados de Baciro Candé têm possibilidade, matematicamente, de chegar a proxima fase

A partida contava para a segunda jornada do grupo F, do campeonato Africano das Nações, no Ismailia Stadium.

O selecionador nacional Baciro Candé operou quatro alterações no onze inicial que escolheu frente aos campeões africanos, Camarões (2-0).

Candé apostou no Marcelo Djaló, relegando para banco de suplentes Rudinilson Silva, no corredor direito fez entrar o lateral direito de Maritimo, Eulânio Ângelo Chipela Gomes (Nanu), para lugar de Eliseu Nadjak, no meio campo, Braima Nogueira (Bura) e fez descansar o capitão Zezinho Lopes e Mama Baldé para lugar de Toni Sa Brito e Silva.

A alteração parece dar mais dinamica a equipa orientada por Baciro Candé, que fez melhor exibição em relação ao primeiro encontro.
Com a entrada de Bura, o meio campo nacional ganhou mais consistência, dominio e controlo de bola. A seleção nacional teve mais posse de bola, mais remates e mais passes completos.

O medio deensivo cortou muito bem as linhas de passe dos adversários e ganhou muitos duelos junto da linha divisoria e no meio campo defensivo.

Apesar de um ligeiro dominio dos Beninenses, os djurtus criaram varias ocasiões de golo, mas não foram felizes na finalização.

Aos 17 minutos, Sori Mané não acertou o alvo, depois de fazer um remate descaído e a bola passou ao lado de poste direito da baliza contrária.

Aos 32 minutos, o medio defensivo, Sori Mané ganhou uma bola no centro de terreno e fez um belo remate que acabou por tabelar no adversario e saio ao lado.

Aos 57 pelé podia abrir o marcador mas a bola acabou por bater sobre um difensor beninense.

65 Benin ameçou a baliza de jonas, mas Marcelo Djaló estava implacavel na bara difensiva.

Aos 75 benin quase desatava o nó, depois de um livre bem cobrado por Sessegnon e Mounie de cabeça colocou a bola em cima de trave, quando o Jonas estava mal abatido.
A melhor oportunidade dos Djurtus sugiu aos 87 por Jorginjo Intima depois de uma arancada ofensiva de piquete Djassi, mas o guardião de Benin estava bem atento.

Com o empate, a seleção Nacional conquistou o seu primeiro ponto no Campeonato Africano das Nações 2019, e mantém vivo o sonho de qualificar para a proxima fase.

Recorda-se que os Djurtus cumprem a ultima jotnada ja no proximo dia 02 de julho, Terça-feira, frente a poderosa Gana que também empatou a zero bolas com os camarões.

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu