OFICIAL: JOSÉ MÁRIO VAZ VAI CANDIDATA-SE A MAIS UM MANDATO

OFICIAL: JOSÉ MÁRIO VAZ VAI CANDIDATA-SE A MAIS UM MANDATO

O Chefe de Estado guineense, José Mario Vaz, anunciou esta quinta-feira, 29 de agosto de 2019, que vai concorrer às presidenciais de novembro para garantir o segundo mandato na presidência da Guiné-Bissau.

“Eu aceito desafio com orgulho de honrar os vossos pedidos para me recandidatar a um segundo mandato. Afirmo hoje aqui perante vós, meus irmãos e povo da Guiné-Bissau, que é por vós, para realizar os vossos anseios, continuaremos juntos para fazer desta terra um grande país, que eu sou candidato às presidenciais de dia 24 de novembro próximo”, declarou Mario Vaz.

“Jomav”, como é conhecido Presidente guineense, falava num encontro com o seu movimento de apoio, no espaço lenox, em Bissau, na qual afirma que lutará no próximo mandato tal como no primeiro para manter a paz civil, tranquilidade interna e a liberdade.

Mario Vaz afirma que está em condições de garantir aos guineenses o progresso económico e social. Vaz revela que pretende um país sem ódio, rancor, vinganças, matanças, baseado na verdade e no trabalho digno.

“Vou ser de novo um Presidente de paz, igualmente e harmonia. Quero um país sem ódio, sem rancor, sem vinganças, sem matanças, baseado na verdade e no trabalho digno”, vincou Mario Vaz.

Durante a sua longa intervenção, o Chefe de Estado guineense, revela que a paz social, estabilidade, educação, saúde, habitação, as infraestruturas, desenvolvimento económico, agricultura, emprego, melhoria das condições das forças armadas e de segurança e as reformas que o país tanto precisa serão o seu foco desempenhado a sua magistratura de influência para os próximos cinco anos.

De referir que José Mário Vaz terminou o mandato em 23 de junho, mas vai permanecer no cargo até à eleição de um novo Presidente da Republica.

A primeira volta das presidenciais na Guiné-Bissau está marcada para 24 de novembro. Caso nenhum candidato obtenha a maioria dos votos, a segunda volta está prevista para 05 de janeiro.

Dos vários possíveis candidatos às presidenciais do país, até ao momento, já confirmaram a sua candidatura três são antigos primeiros-ministros do país, nomeadamente Carlos Gomes Júnior, como independente, Domingos Simões Pereira, candidato do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) e Umaro Sissoco Embalo, candidato do Movimento para a Alternância Democrática.

O líder do Partido da Unidade Nacional (PUN), Idrissa Djaló é outro candidato às presidenciais da Guiné-Bissau.

Por: AC

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu