JORGE MALÚ: “ÁGUA É UM BEM ECONÓMICO FUNDAMENTAL NO DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA DE QUALQUER PAÍS”

JORGE MALÚ: “ÁGUA É UM BEM ECONÓMICO FUNDAMENTAL NO DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA DE QUALQUER PAÍS”

O ministro dos Recursos Naturais e Energia do governo de Nuno Gomes Nabiam alertou que a água é uma matéria social, mas também um bem económico e que desempenha um papel fundamental no desenvolvimento da economia de qualquer país.

Na sua mensagem alusiva ao dia mundial da água 2020, este sabado, 21 março, Jorge Malú, diz que para que o setor da água desempenhe cabalmente este papel, a Guiné-Bissau precisa de políticas públicas consistentes e um quadro legislativo ajustado às exigências atuais.

Nesta senda, Malú garante que o executivo liderado por Nuno Gomes Nabiam vai dar especial atenção a atualização do Plano Diretor do Sector da Água e Saneamento, a revisão do Código de Águas e seus Regulamentos de Aplicação e a criação do Fundo Nacional da Água.

“Queremos aproveitar esta oportunidade para sublinhar que, apesar das dificuldades existentes no setor, os dados gerais são animadores e as estatísticas mais recentes a nível do país apontam para um nível de cobertura de abastecimento em água acima dos 50% e a cobertura dos serviços de saneamento de base em média atingem os 40%”, explicou Malú.

Na ocasião, o governante realçou a introdução da abordagem do Saneamento Total Liderado pela Comunidades guineenses (STLC), uma boa parte da população rural abandonou a prática de defecação ao ar livre, facto que contribui para melhoria da situação sanitária no meio rural.

Malú diz que os desafios continuam em relação a melhoria destes serviços sociais de base, mas a perspetiva é não só de melhorar a estatística nos serviços globais de abastecimento de água e saneamento, mas também de tornar esses serviços mais efetivos com um controle permanente e avaliação do estado das infraestruturas colocadas a disposição das comunidades e o seu estado de funcionamento, enfatizando o aspeto gestão.

Na sua longa mensagem, Malú garante que executivo fará tudo que estiver ao seu alcance e de conformidade com a sua política nesta matéria e dos engajamentos com os parceiros para que a colaboração e cooperação com todos os atores sejam efetivas, contribuindo desta forma não só para promover a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos, assim como fazer face aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável nesta matéria.

Malú aproveita ocasião para em nome do governo agradecer o apoio incessante da comunidade internacional, na consecução dos objetivos a que propõe neste domínio vital e todos quantos têm contribuindo para o alívio dos problemas com que o setor da água e saneamento do país se tem confrontado.

O dia mundial da água que foi assinalado este domingo, 22 de março, sob lema: “Água e as Mudanças Climáticas”, serve para alertar as populações da reflexão sobre a importância que o equilíbrio na gestão dos recursos hídricos tem nas sociedades e particularmente no país.

Hoje no mundo os recursos em água sofrem uma ameaça sem precedentes: 2,2 bilhões de pessoas não têm potável, 4,2 bilhões de pessoas vivem sem acesso as instalações sanitárias adequadas e, se o mundo não agir com urgência.

Por: Alison Cabral

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu