GUINÉ-BISSAU REGISTA DOIS CASOS POSITIVOS DE CORONAVÍRUS

GUINÉ-BISSAU REGISTA DOIS CASOS POSITIVOS DE CORONAVÍRUS

A Guiné-Bissau regista dois casos positivos da COVID-19, anunciou esta terça-feira, 24 de março, o autoproclamado Presidente da República, Umaro Sissoco Embalo, na sua conta oficial no Twitter.

O primeiro-ministro empossado por Sissoco Embaló, Nuno Gomes Nabiam também anunciou a existência deste dois casos na Guiné-Bissau, embora são estrangeiros e um deles é alto funcionario das Nações Unidas no país.

Trata-se de um cidadão indiano e outro da República Democrático de Congo, confirmados por volta das 23h38 da noite desta terça-feira, por Sissoco Embalo.

Em declaração aos jornalistas esta quarta-feira, 25 de Março, a saída dum encontro de rotina com Embaló, Nabiam, promete engajamento do seu governo e a Presidência da República na luta contra Covid-19.

Segundo os profissionais da saúde pública, o novo coronavírus antes de manifestar sintomas da doênça acelera a propagação do vírus na sociedade.

Nesta senda, o governante guineense afirma que o seu executivo vai tomar medidas serias, no sentido de não permitir a propagação do coronavirus a nivel do territorial nacional.

“É necessário tomar medidas para ajudar as populações a não permitir a propagação desta doênça, portanto, este foi um dos assuntos que abordamos com Umaro Sissoco Embaló durante encontro”, explicou Gomes Nabiam.

Segundo a indicação de Nabiam, dois casos positivos de Coronavírus estão neste momento na quarentena. O alto funcionario da ONU esta nas instalações da organização em Bissau e o indiano esta na sua residência sob controlo da equipa médica nacional.

Na sua curta declaração , o chefe do executivo anunciou que esta quinta-feira chega ao país um aviao com materiais para ajudar a Guiné-Bissau na luta contra esta pandemia.

Dadas as fragilidades sanitárias do país, as autoridades decidiram pelo encerramento de fronteiras, com exceção para abastecimento de produtos de primeira necessidade e urgências médicas. As autoridades encerraram também escolas públicas e privadas, mercados nacionais e todo o comércio, que não forneçem bens de primeira necessidade.

Foi também decidido fechar os locais de culto e de lazer, suspendendo atividades desportivas.

Mas, esta terça-feira, à DW África, o comandante da polícia do setor de São Domingos, na linha da fronteira terrestre da Guiné-Bissau com o Senegal, Paulo Intipé, queixa-se da falta de meios. Magda Robalo antiga representante da OMS na África do Sul, Gana, Namíbia e Zâmbia, que foi ministra da Saúde do Governo de Aristides Gomes, afastado do poder, afirma que houve um conjunto de medidas de prevenção que foram interrompidas devido à troca de Executivo.

Mais de 19 mil pessoas morreram em todo o mundo infetadas por covid-19, de acordo com um balanço feito pela Agência France Presse (AFP) a partir de dados oficiais divulgados hoje às 11:00.

Por: Alison Cabral

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu