FAMILIARES GUINEENSES DEPOSITAM COROA DE FLORES NAS CAMPAS DOS SEUS ENTES QUERIDOS

FAMILIARES GUINEENSES DEPOSITAM COROA DE FLORES NAS CAMPAS DOS SEUS ENTES QUERIDOS

Foi celebrado esta quinta-feira 02 de novembro 2017, dia dos fiéis defuntos que é uma oportunidade em que os familiares, amigos e conhecidos rezam e depositam coroa de flores nas campas dos seus entes queridos que buscam a plenitude da vida diante de Deus em todos cemitérios do país. Desde os primeiros séculos, os cristãos já visitavam os túmulos dos mártires para rezar por eles e por todos aqueles que um dia fizeram parte da comunidade primitiva.

O dia dos fiéis defuntos passou a ser celebrado no século XIII em 2 de Novembro, já que no dia 1 do mesmo mês era comemorada a solenidade de todos os santos. A Igreja Católica sempre celebra esta data, sendo que provém de uma tradição, daquilo que é fruto de uma experiência de fé no seio da comunidade cristã.

Os dois cemiterios que O Democrata visitou nomeadamente, Mausoléu de Amura, onde a direcção do Partido da Renovação Social (PRS), chefiado pelo secretário geral, Florentino Mendes Pereira, depositou coroa de flores na campa do fundador do partido, Koumba Yalá, Amílcar Lopes Cabral, pai da nacionalidade guineense e Malam Bacai Sanhá, depois prosseguiram para o Cemitério Municipal de Bissau, onde também depositaram coroa de flores na campa de João Bernardo Vieira e Carlos Sousa membro fundador do partido do milho e arroz.

Após depositar as coroas de flores, o secretário geral do PRS, Florentino Mendes Pereira, disse que esta data servirá para todos os guineenses refletirem profundamente sobre os entes queridos que já não estão no mundo dos vivos, principalmente antigos chefes de estado que deram suas contribuições para este país.

“É urgente que todos os guineenses esforcem no sentido de promover uma reconciliação verdadeira, pensando assim no país e deixando as guerrinhas de lado que não irão ajudar o país em nada. Recentemente o nosso partido saiu do congresso bem unido e espero também que todos os partidos vão sair unidos para depois sentarmos numa mesa para pensar a Guiné-Bissau porque os guineenses precisam da paz” exortou Florentino Mendes Pereira.

A direção do partido Assembleia do Povo Unido-Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), liderada pelo seu Presidente, Nuno Gomes Nabiam, depositaram igualmente coroa de flores no Mausoléu de Amura na campa de Koumba Yalá e no cemitério municipal de Bissau na campa de João Bernado Vieira e Tagme Na Wayé.

Na ocasião o secretário nacional para Assuntos de Recursos Naturais de APU-PDGB, Agostinho da Costa, assegurou que a direção do APU-PDGB veio homenagear João Bernardo Vieira e Tagme Na Wayé que ontem deram calor e suor para que hoje o país seja livre e independente e Koumba Yalá que graças a ele a democracia tornou-se uma realidade hoje na Guiné-Bissau.

“Todos os guineenses devem continuar a acreditar que os trabalhos deixados por estes dirigentes não cairão em vão, porque dias melhores virão, portanto, o nosso partido está a trabalhar no sentido de fazer todos os cidadãos que estão a viver na Guiné-Bissau a sentirem-se como cidadãos de outra parte do mundo em que a justiça é feita para toda gente” advertiu Agostinho da Costa.

//Aguinaldo Ampa

Deixe uma resposta

Close Menu