EX-PRIMEIRO-MINISTRO BACIRO DJÁ DIZ SER «MAIS SÉRIO» QUE O ATUAL PRESIDENTE

EX-PRIMEIRO-MINISTRO BACIRO DJÁ DIZ SER «MAIS SÉRIO» QUE O ATUAL PRESIDENTE

O antigo primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Baciro Djá, disse, esta sexta-feira, que «talvez seja mais sério» que o presidente, José Mário Vaz, com quem debate publicamente o paradeiro de um cheque de cerca de um milhão de dólares.

José Mário Vaz desafiou, numa entrevista no passado mês de junho, Baciro Djá a apresentar provas de que lhe teria devolvido um cheque que lhe dera enquanto primeiro-ministro, em

2016, para construção da avenida em memoria do falecido presidente guineense, Nino Vieira.

A avenida, que iria ligar a praça dos heróis nacionais à zona industrial de Bolola, nunca foi construída e os dois dirigentes trocam insinuações sobre o paradeiro do dinheiro.

Ao proceder ao balanço dos quatro anos na presidência, José Mário Vaz lembrou a Baciro Djá que lhe entregou o cheque na presença da comunicação social e que espera agora que aquele apresente provas da devolução do dinheiro.

O ex-primeiro-ministro esteve na Procuradoria-geral da República, onde, disse, ter apresentado provas de que o cheque foi depositado na conta do Tesouro.

«O cheque foi depositado no Tesouro Público. Tenho provas. O Presidente sabe que eu sou um homem sério, talvez muito mais sério que ele próprio. Nunca roubei um euro do Estado da Guiné-Bissau», afirmou Baciro Djá.

«O cheque não é como uma manga que se come e ninguém sabe quem comeu», observou ainda o antigo primeiro-ministro guineense, para acrescentar que aquele documento deixa traços quando é utilizado.

O antigo governante admitiu ter-se deslocado à procuradoria na qualidade de declarante, «sem precisar do levantamento da imunidade parlamentar ou de um advogado», frisou.

O presidente guineense, José Mário Vaz, está ausente do país numa visita privada em França.

//lusa

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

This Post Has One Comment

  1. Avenida nâo esta feita i o cheque dipositado no tesouro publico, pj tem um caso por resolver rapido entre Jomav i Baçiro Dja, aquele que aproveita da posiçâo para enrriquiçimento eliçito, nâo pode desempehar um cargo publico, pj tem um caso façil!!

Deixe uma resposta

Close Menu