Espanha quer levar Ansu Fati ao Mundial, mas não esquecem Portugal

Espanha quer levar Ansu Fati ao Mundial, mas não esquecem Portugal

Menino prodígio do Barcelona faz parte dos planos da seleção espanhola para o Mundial de sub-17, mas tudo depende do processo de naturalização.

Ansu Fati converteu-se na grande sensação do futebol espanhol. O jovem extremo, de 16 anos, estreou-se pela equipa principal do Barcelona no último fim de semana, frente ao Bétis, e gerou um autêntico “terramoto” no país vizinho.

Nascido na Guiné-Bissau, o jogador, ainda em idade de juvenil, mudou-se para Espanha quanto tinha seis anos e, por esse motivo, a Federação espanhola quer levá-lo já ao Mundial de sub-17, cujo arranque está marcado para 26 de outubro, no Brasil.

Para tal, Fati terá que completar o processo de naturalização e adquirir o passaporte espanhol, dependente da naturalização do pai, que, escreve o jornal As, já estará a tentar agilizar o processo.

O diário espanhol não esquece Portugal: por ter nascido na Guiné-Bissau, a FPF poderia mostrar interesse em contar com Ansu Fati nas seleções jovens. Contudo, adianta o As, a decisão do futebolista está tomada: jogar por Espanha.

Fonte: o jogo

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu