Embaixador Viegas Filho termina mandato como representante do secretário-geral da ONU em Bissau

Embaixador Viegas Filho termina mandato como representante do secretário-geral da ONU em Bissau

O diplomata brasileiro José Viegas Filho terminou hoje o seu mandato como representante do secretário-geral das Nações Unidas na Guiné-Bissau, não tendo sido ainda anunciado o seu sucessor.

Viegas Filho, que assumia também a chefia da Missão Integrada das Nações Unidas para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau (UNIOGBIS), foi nomeado há um ano, tendo substituído no cargo Modibo Turé.

Numa carta de despedida enviada à imprensa, Viegas Filho destaca as relações “sempre positivas” com os governantes da Guiné-Bissau e o “excelente” e “constante” contacto com os embaixadores em Bissau e representantes da União Africana, União Europeia, Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental e Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.

Em fevereiro, o Conselho de Segurança das Nações Unidas, durante uma reunião para analisar a situação da Guiné-Bissau, prolongou a missão até fevereiro de 2020, mas defendeu o seu encerramento até final do próximo ano e iniciou um processo de reconfiguração da mesa.

A reconfiguração da UNIOGBIS será feita em três fases, nomeadamente a fase eleitoral, em que se manterá com a atual forma, a fase posterior às eleições, durante a qual vai começar a ser implementada a agenda de reforma e o plano de transição, e a fase de transição, que prevê a transferência gradual das competências e equipas para o Gabinete da ONU para a África Ocidental.

A terceira fase deverá ser concluída até 31 de dezembro de 2020.

A missão política da ONU na Guiné-Bissau teve início em 1999, após o conflito político-militar, e já teve nove representantes do secretário-geral das Nações Unidas.

LUSA

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu