Eleições: Líder do PRS acredita que “partidos vão unir-se” em nome do país

Eleições: Líder do PRS acredita que “partidos vão unir-se” em nome do país

O líder do Partido da Renovação Social (PRS) afirmou hoje que “os partidos guineenses vão unir-se” em nome do país, após as eleições legislativas, minimizando o risco de uma crise política.

“A Guiné-Bissau é mais importante que os partidos”, disse à Lusa Alberto Nambeia, após um comício na localidade de Mansabá, a norte de Bissau, onde falou a duas centenas de pessoas que se juntaram debaixo de uma mangueira.

Depois de um discurso em crioulo em que usou uma carrinha como palco móvel, Alberto Nambeia saudou os “mais velhos” da terra que foram apoiar o candidato do PRS, o segundo maior partido do país e que já elegeu o único Presidente do país que não foi apoiado pelo Partido Africano para a Independência da Guiné-Bissau (PAIGC).

Na região do Oio, onde se localiza Mansabá, Nambeia luta também pela sua eleição como deputado.

Depois, após o discurso, Nambeia entrou numa viatura enquanto os seus apoiantes se espalharam pelas casas em redor, fazendo campanha com as ‘t-shirts’ novas que foram oferecidas.

Para domingo, “só espero a vitória”, disse à Lusa Nambeia, que minimizou o risco de uma crise política após as eleições legislativas.

“Somos todos Guiné” e “o povo é quem vai decidir” e “vai decidir bem”, limitou-se a dizer.

No domingo, concorrem às eleições legislativas 21 partidos políticos, um ato eleitoral que tenta pôr fim a uma crise política que dura desde 2015, depois de o Presidente, José Mário Vaz, e o líder do PAIGC, Domingos Simões Pereira, se terem incompatibilizado.

LUSA

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu