Covid-19: Internacional português Bruma apoia guineenses com 50 mil euros

Covid-19: Internacional português Bruma apoia guineenses com 50 mil euros

O futebolista internacional português Bruma, natural da Guiné-Bissau, vai apoiar os guineenses com 50 mil euros para compra de géneros alimentícios para enfrentarem as dificuldades causadas pela pandemia do novo coronavírus, disse hoje à Lusa um amigo do jogador.

Victor Correia, também antigo jogador profissional e atualmente um conhecido ativista pelo futebol guineense, indicou à Lusa que Bruma “sentiu-se sensibilizado e decidiu ajudar os irmãos guineenses”.

Atualmente a representar os holandeses do PSV, Bruma quer que os 50 mil euros sejam utilizados para a compra do arroz (base da dieta alimentar dos guineenses), óleo alimentar e enlatados.

Os alimentos devem ser distribuídos “porta a porta nas casas de pessoas carenciadas” em toda a Guiné-Bissau e nos centros de saúde, sublinhou Victor Correia, que não poupa nas palavras para elogiar o gesto de Bruma.

“É nos momentos como este que se vê o caráter de grandes homens. Apesar de estar longe do país que o viu nascer, Bruma não se esqueceu dos irmãos guineenses. Bravo campeão”, declarou Victor Correia.

Por indicação de Bruma, a comissão que fará a distribuição dos géneros alimentícios vai ter de entregar ao Ministério da Saúde Pública 10 mil euros para apoiar aquela instituição nas suas despesas, no âmbito do combate ao novo coronavírus, frisou Correia.

A distribuição dos apoios de Bruma deve começar ainda esta semana, adiantou Victor Correia, que espera o mesmo gesto de “outras estrelas da Guiné-Bissau”.

Além de Victor Correria, integram a comissão de distribuição dos géneros Quintino Nhauri, presidente do Estrela Negra de Bissau (clube militar), Ratcha Na Bangna, irmão mais velho de Bruma, e representantes das confissões religiosas muçulmana, católica e evangélica.

“É a melhor forma de fazermos com que esta ajuda do Bruma chegue ao maior número possível de carenciados da nossa terra”, assinalou Victor Correia.

A Guiné-Bissau registou até hoje 52 casos da covid-19, três dos quais já estão recuperados.

A nível global, segundo um balanço da AFP, a pandemia de covid-19 já provocou cerca de 179 mil mortos e infetou mais de 2,5 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Fonte: lusa

Deixe uma resposta

Close Menu