Comunicado de Imprensa

Comunicado de Imprensa

Os parceiros do sector educativo apelam a uma resolução pacífica e rápida da paralisação das aulas nas escolas públicas do país.

 

O Grupo Local dos Parceiros da Educação na Guiné-Bissau – constituído pelas Nações Unidas, as agências de desenvolvimento, os doadores, as ONGs internacionais e nacionais – manifestam a sua preocupação perante a paralisação das aulas nas escolas públicas do país, que se tem observado desde o início do ano lectivo 2018-2019.

 

Infelizmente, esta paralisação está a afetar cerca de 365,000 alunos, do ensino básico ao ensino secundário em todo o território nacional. A Educação é um direito fundamental, necessário para o desenvolvimento pessoal e o processo de socialização de crianças e adolescentes, meninos e meninas, e da mesma forma crucial para o processo de desenvolvimento sustentável de qualquer país.

 

Por conseguinte, os parceiros apelam às partes em negociação, que privilegiem o diálogo, que tenham em consideração os compromissos internacionais assumidos em relação ao direito à Educação, assim como as necessidades atuais do sector educativo guineense, assegurando desta forma para todas as crianças e adolescentes, meninos e meninas, o direito a uma educação inclusiva, equitativa e de qualidade.

 

Os Parceiros da Educação reiteram a sua vontade, disponibilidade e compromisso em apoiar o desenvolvimento do sector educativo da Guiné-Bissau, advogando e promovendo sempre oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos, permitindo que crianças e adolescentes, meninas e meninos deste país, maximizem o seu futuro potencial nas melhores condições.

Bissau, 13 de Novembro de 2018

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu