CIPRIANO CASSAMA PRESTA CONDOLÊNCIAS A CEDEAO PELA MORTE DE MARCEL DE SOUSA

CIPRIANO CASSAMA PRESTA CONDOLÊNCIAS A CEDEAO PELA MORTE DE MARCEL DE SOUSA

O lider do parlamento da Guiné-Bissau, Cipriano Cassama, prestou condolências, esta quarta-feira, 24 de julho de 2019, á representaçao da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), em Bissau, pela morte do ex-presidente da Comissão da CEDEAO, o Beninense Marcel Alain de Souza.

“Estou aqui em nome do parlamento guineense para apresentar os nossos sentidos pêsames ao senhor embaixador, que transmita a CEDEAO o nosso pesar pela morte de um grande amigo, que ajudou o país nos momentos muitos difíceis”, declarou Cipriano Cassama, na companhia do primeiro vice-presidente do hemiciclo guineense, Nuno Gomes Nabiam.

Em declaração à imprensa momento depois de assinar o livro de condolências na delegação da organização sub-regional, na capital guineense, Cassama, realçou a contribuiçao de Alain de Sousa na busca de soluçao em torno da estabilidade política na Guiné-Bissau nos ultimos 4 anos.

Cassama, que por diversas vezes encontrou com o malogrado durante a crise política da legislatura transacto, nomeadamente em Bissau e Togo, referiu que a morte súbita supreendeu bastante a todos os parlamentares e o povo guineense.

Aos jornalistas, o presidente do parlamento, afirmou que após a realização das eleições legislativas, o país não precisa mais de conhecer uma nova crise política nos proximos tempos.

Nomeado pelo Benin, no final da 48.ª sessão ordinária da Assembleia dos Chefes de Estado e de Governo da CEDEAO, a 17 de dezembro de 2015, em Abuja, na Nigéria, Marcel Alain de Souza liderou a organização sub-regional de 8 de abril de 2016 a 28 de fevereiro de 2018.

Nascido a 30 de outubro de 1953 em Pobé, Benim, o ex-presidente da Comissão da CEDEAO tem um mestrado em economia pela Universidade de Dakar, no Senegal, e um Diploma de Estudos Superiores Especializados (DESS) em Administração e Banca pelo Centro Oeste-africano de Formação e Estudos Bancários (COFEB).

Exerceu sucessivamente as funções de fiscalizador interno na Agência Principal do Banco Central dos Estados da África Ocidental (BCEAO) em Cotonou, diretor nacional do BCEAO para o Benin, depois diretor dos Assuntos Administrativos na sede da mesma instituição financeira em Dakar, no Senegal.

No Benin, ele foi deputado na Assembleia Nacional, chefe do Departamento de Assuntos Económicos e Financeiros na Presidência da República, e, depois, conselheiro especial responsável pelos Assuntos monetários e bancários do Presidente da República.

Foi também ministro do Desenvolvimento, Análise Económica e Perspetiva, de maio de 2011 a junho de 2015.

Por: AC

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu