CERTORIO BIOTE: SANÇÕES DA CEDEAO CONTRA PERSONALIDADES GUINEENSES FORAM INJUSTAS”

CERTORIO BIOTE: SANÇÕES DA CEDEAO CONTRA PERSONALIDADES GUINEENSES FORAM INJUSTAS”

O líder da bancada Parlamentar do Partido da Renovação Social (PRS), Certorio Biote, afirmou que as sanções da Comunidade Económica do Estados da África Ocidental (CEDEAO), aplicadas no mês de fevereiro do ano em curso contra 19 pessoalidades da Guiné-Bissau, foram injustas e sem critérios.

O Deputado realçou entendimento alcançado para levantar as sanções à margem da Cimeira da CEDEAO, que decorreu em Lomé, capital do Togo na segunda-feira (30.07), onde esteve o Chefe de Estado, José Mario Vaz e o primeiro-ministro-ministro, Aristides Gomes.

Convidado pela Radio Jovem esta quarta-feira (01.08), para reagir ao levantamento das sanções, Biote entende que o grupo, onde constava o nome do filho do Presidente da Republica, foi sancionado na altura pelo bloco regional por encomenda de alguns atores políticos guineenses.

“Porque infelizmente no nosso entendimento as tais sanções da CEDEAO foram injustas, não têm critério, fomos sancionados a belo prazer dos nossos conterrâneos, que encomendaram essas sanções. Mas hoje é a Guiné-Bissau que está de parabéns porque a CEDEAO revogou a sua decisão”, referiu Biote.

Para o dirigente do partido, liderado por Alberto Nambeia, as sanções não podem ter lugar num país que quer encontrar uma plausível para estabilizar.

Rui Dia de Sousa, deputado que foi expulso do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), que estava na lista dos sancionados, parabenizou a decisão dos lideres da Africa Ocidental e diz que a imagem da Guiné-Bissau que saiu a ganhar com esta decisão da organização.

“Quem saiu bem é a imagem do país que já foi vista numa outra perspectiva, porque sancionar os iminentes políticos guineenses não diz respeito aos visados diretamente, mas é a toda classe politica e toda sociedade politica guineense que estava manchada”, argumentou Dia de Sousa.

De recordar que o Chefe de Estado, José Mario Vaz, anunciou na terça-feira, o levantamento de sanções as personalidades guineenses pela organização sub-regional.

A informação foi transmitida a imprensa, no aeroporto internacional “Osvaldo Vieira, em Bissau, na qual, Mario Vaz reconhece que não foi fácil convencer os seus pares, mas contudo realçou que só foi possível graças ao trabalho de todos os guineenses.

Entre várias figuras que estavam sancionados, destacam-se vai para Braima Camara, Botche Candé, ambos Conselheiros do Presidente da Republica, Florentino Mendes Pereira, secretário-geral do PRS, Certorio Biote, líder da bancada parlamentar do PRS, Bacari Biai, atual Procurador-Geral da república, Victor Mandinga e Fernando Vaz.

Por: Alison Cabral

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Share on Google+
Google+
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu