CEDEAO EXIGE A REALIZAÇÃO DAS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS NA GUINÉ-BISSAU A 18 DE NOVEMBRO

CEDEAO EXIGE A REALIZAÇÃO DAS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS NA GUINÉ-BISSAU A 18 DE NOVEMBRO

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) reitera que as eleições legislativas da Guiné-Bissau sejam realizadas na data marcada e pede colaboração dos partidos políticos para que o executivo acelere o processo.

O apelo da CEDEAO vem expressa na comunicação final de uma missão da organização sub-regional que esteve de visita de algumas horas a Bissau, para avaliar a situação no país, que foi lido na voz do presidente da Comissão, Jean-Claude Brou.

Aos jornalistas, Claude Brou, assegurou que a missão recebeu garantia, que com a chegada de uma parte dos Kits para o recenseamento eleitoral, o executivo vai tomar diligências para cumprir com o caderno eleitoral, em conformidade com as decisões dos líderes da Africa Ocidental.

Além do apelo para a efetivação da data de 18 Novembro do ano em curso, a missão que foi chefiada pelo chefe da diplomacia da Nigéria, Geoffrey Onyeama, transmitiu às autoridades guineenses o apoio tanto financeiro e técnico para realização do sufrágio.

Em reação, a segunda vice-presidente do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), Odete Semedo, assegurou que o partido está disponível para colaborar com executivo e garante que o PAIGC está pronto para participar nas eleições a 18 de Novembro.

“Estamos disponíveis para trabalhar desde que fomos solicitados, temos pessoais técnicos competentes que podem dar o apoio em caso de necessidade. Portanto o PAIGC está pronto porque desde o primeiro momento que fomos informados da data, trabalhos com todas as bases do partido para cumprir com o cronograma eleitoral”, explicou Semedo.

Semedo, falava a imprensa no final do encontro com a delegação da organização, que juntou vários partidos políticos para analisar a morosidade no processo eleitoral no país, num dos hotéis da capital Bissau.

Durante sua declaração a imprensa, Certório Biote, vice-presidente e líder parlamentar do Partido da Renovação Social (PRS), afirmou que partido continua a defender a realização do escrutínio na data marcada pelo Chefe de Estado, José Mário Vaz.

“Nós não temos outra data alternativa a 18 de Novembro do ano em curso, porque o PRS é um partido que está interessado nas eleições, mas tem quem tem a responsabilidade de realizar o processo que é o governo, por isso, compete ao governo decidir sobre a alteração da data”, referiu Biote.

Questionado se não foi tema de conversa com a missão da CEDEAO um eventual derrube do atual governo, Biote, afiançou que esta situação não foi tema de conversa durante encontro.

No entendimento do líder da recém-criada Frente Patriótica Nacional (Frepasna), antigo primeiro-ministro, Baciro Dja, é fundamental respeitar os compromissos assinados em Lomé, onde foram tomadas importantes decisões para resolver a crise na Guiné-Bissau.

Além dos partidos já referenciados, tomaram parte no encontro a delegação do Partido da Convergência Democrática (PCD), União para Mudança (UM), Partido da Nova Democracia (PND), Assembleia do Povo Unido-Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB) e o Movimento para Alternância Democrática-Madem G-15.

O líder do MADEM G-15, Braima Camara falou em consensos políticos para a situação do processo eleitoral.

A missão além do encontro com os partidos avistou-se com o Presidente República, José Mario Vaz, o primeiro-ministro, Aristides Gomes e demais entidades ligadas ao processo eleitoral.

De recordar que em abril, os chefes de Estado e de Governo da CEDEAO reuniram-se extraordinariamente em Lomé, Togo, para resolver o impasse político que a Guiné-Bissau vivia há cerca de três anos.

Na cimeira ficou decidida a nomeação de Aristides Gomes como primeiro-ministro da Guiné-Bissau, a abertura do parlamento nacional, bem como a realização de eleições legislativas a 18 de novembro.

Por: Alison Cabral

 

 

 

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Share on Google+
Google+
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu