BENELIVIO INSALI: “SE BACIRO CANDÉ MANTIVER ATUAL BASE DA SELEÇÃO, A GUINÉ-BISSAU NÃO TERÁ HIPÓTESE NA FASE DE QUALIFICAÇÃO PARA O MUNDIAL 2022 NO QATAR “

BENELIVIO INSALI: “SE BACIRO CANDÉ MANTIVER ATUAL BASE DA SELEÇÃO, A GUINÉ-BISSAU NÃO TERÁ HIPÓTESE NA FASE DE QUALIFICAÇÃO PARA O MUNDIAL 2022 NO QATAR “

O comentador desportivo guineense, Benelivio Cabral Nancassa Insali, afirmou que se o selecionador nacional de futebol, Baciro Candé, continuar apostando nesta atual base da seleção, a Guiné-Bissau não terá hipóteses de vencer qualquer jogo na fase de qualificação para o mundial de 2020 a realizar-se no Qatar.

“Se o selecionador nacional mantiver estas convocatórias acostumadas, a Guiné-Bissau não vencerá nenhuma partida na fase de qualificação para o mundial, mesmo sabendo que o futebol é uma caixinha de surpresa”, afirmou Benelivio Cabral Nancassa Insali.

De acordo com Cabral Nancassa Insali, a atual equipa base dos “Djurtus”, como é conhecida a seleção nacional guineense, já está com uma estrutura abalada, e o país precisa ser incorporado com pelo menos 15 novos futebolistas de elite para enfrentar os seus adversários do grupo para a segunda fase da zona africana na qualificação para o maior Campeonato Mundial de 2022.

Convidado pela Rádio Jovem, esta quarta-feira, 22 de janeiro, para comentar o sorteio de grupos de qualificação para a maior competição do futebol mundial, realizado na sede da CAF, o comentador entende que é fundamental a intervenção do executivo no sentido de ajudar a Federação de Futebol a trazer um resultado positivo da participação da Guiné-Bissau nesta prova.

Embora reconheça que a Federação de Futebol guineense é uma instituição autônoma, Nancassa Insali entende que atual gerência do futebol do país sozinho não poderá gerir a participação dos “Djurtus”, devido aos numerosos jogos na fase da qualificação.

A seleção de futebol da Guiné-Bissau está inserida no grupo I° da fase de qualificação do Mundial-2022 em Qatar, juntamente com as congêneres dos Marrocos, Guiné-Conacri e Sudão.

Nesta senda, Insali revela que a seleção do Sudão será um adversário complicado neste grupo, embora não deixou de realçar o favoritismo das grandes seleções do Marrocos e Guiné-Conacri, respetivamente.

A fase de qualificação para o Mundial de Futebol Qatar 2022, que deveria iniciar em Março de 2020, agora foi remarcada para Outubro (primeira jornada), sendo que a segunda jornada terá lugar em Novembro.

Apenas os primeiros classificados de cada um dos dez grupos da primeira etapa de apuramento seguirá em frente.

Após o apuramento dos 10 primeiros classificados dos grupos, irá realizar-se um sorteio para jogarem um play-off, a duas mãos, para o apuramento de somente cinco Selecções que irão representar o continente africano no Mundial 2022 a realizar-se no Qatar.

Por: Alison Cabral

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu