Barco com 60 migrantes naufragou na costa de Guiné-Bissau

Barco com 60 migrantes naufragou na costa de Guiné-Bissau

Autoridades guineenses temem o pior. Ainda não foi encontrado nenhum sobrevivente.

A guarda costeira da Guiné-Bissau informa que um barco com 60 migrantes naufragou ao longo da sua costa. As autoridades encontraram alguns destroços da embarcação, mas ainda não encontraram nenhum sobrevivente, indicando que estão desaparecidos e possivelmente mortos, conforme cita a Reuters.

A embarcação foi avistada pelas autoridades já em dificuldades, na segunda-feira, mas não conseguiram enviar ajuda, disse à mesma publicação Victor Riga, um comandante da guarda-costeira.

O barco teria como destino final as ilhas Canárias, uma rota que se tornou menos utilizada com o incremento do patrulhamento das autoridades espanholas em mar.

De recordar que em Setembro de 2016, um navio que transportava 38 imigrantes ilegais, da Guiné, do Gana e da Serra Leoa, com bandeira da Namíbia, encalhou num banco de areia no arquipélago dos Bijagós, ao largo da Guiné-Bissau.

Os passageiros do navio que tinha partido da Guiné-Conacri pediram ajuda a pescadores, que alertaram as autoridades, de acordo com o relato feito por uma testemunha na altura.

Os migrantes que deixam a África Ocidental muitas vezes seguem a costa e, em seguida, optam por rotas terrestres através do Níger e Líbia, com o objetivo de atravessar o Mediterrâneo para chegar à Europa.

O arquipélago dos Bijagós, ao largo da costa da Guiné-Bissau, é composto por mais de 80 ilhas de todos os tamanhos, mas apenas vinte são habitadas por uma população não superior a 20.000 pessoas.

Por: Alison Cabral

Fonte: Noticia ao Minuto

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

This Post Has One Comment

  1. Boa noite redatores!
    Gosto muito do trabalho desenvolvido por vocês, como alias muitas vezes já fiz saber por aqui.
    Contudo esta notícia sobre “Barco com 60 migrantes naufragou na costa de Guiné-Bissau” a meu ver está incompleta de modo que não se sabe da origem do tal barco porque durante a reportagem só se falou do local do incidente, e no meio da reportagem também quando trouxeram a memória de um outro naufrágio semelhante não deram o desfecho dele “De recordar que em Setembro de 2016, um navio que transportava 38 imigrantes ilegais, da Guiné, do Gana e da Serra Leoa, com bandeira da Namíbia, encalhou num banco de areia no arquipélago dos Bijagós, ao largo da Guiné-Bissau”.
    Atentamente,
    Mamadú Cissé, Brasil-Bahia

Deixe uma resposta

Close Menu