ANTÓNIO SPENCER EMBALÓ: “A NOSSA AMBIÇÃO É TRANSFORMAR AS ESCOLAS DO PAÍS NUMA ESCOLA MODERNA”

ANTÓNIO SPENCER EMBALÓ: “A NOSSA AMBIÇÃO É TRANSFORMAR AS ESCOLAS DO PAÍS NUMA ESCOLA MODERNA”

O secretário de Estado da Cultura da Guiné-Bissau, António Spencer Embaló, anunciou esta segunda-feira, 16 de setembro de 2019, que o atual executivo tem ambição de transformar as escolas públicas do país numa escola moderna durante a atual legislatura.

“A nossa ambição é transformar as escolas do país numa escola moderna. A escola onde os alunos se sintam bem, porque nós devemos trabalhar para os alunos e eles têm que se sentir em casa, se for possível até melhor do que em casa”, argumentou Spencer Embaló.

Segundo Spencer Embaló, a ambição e compromisso do executivo liderado por Aristides Gomes é construir escolas de qualidade, permitindo assim produzir alunos com excelência.

Embaló falava na escola “Ermondade”, na secção de Bór, sector de Prabís, onde foi convidado para fazer a abertura do ano lectivo 2019/2020, cuja cerimónia oficial foi realizada na cidade de Bafatá, leste do país pelo ministro da Educação Nacional, Dautarin da Costa.

De acordo com o governante que preside a pasta de cultura, a escola moderna não limita somente na construção dos edifícios e o governo tem ambição de colocar bibliotecas e laboratórios em todas as escolas da Guiné-Bissau.

Durante a sua explanação, Spencer Embaló, revelou que o executivo pretende com estas ações chegar ao paradigma de conjugações da democratização do sistema de acesso ao ensino do país.

Na ocasião, o diretor da escola da ADPP de Bór, Carlitos Gomes, afirmou que o processo de desenvolvimento em qualquer país inicia-se com o processo de ensino e aprendizagem.

O estudo realizado em 2014, pelo governo guineense, em colaboração com as agências das Nações Unidas – Unicef e Unesco – visava mostrar os pontos fortes e as fragilidades do sistema educativo e propor soluções.

No documento ficaram patentes verdadeiros problemas do sistema educativo, tais como o fraco parque escolar, a sua má distribuição, o abandono escolar precoce, o alto nível de insucesso escolar, e os pequenos salários dos professores.

Por: AC

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu