29 JOVENS GUINEENSES VÃO ESTUDAR NA ACADEMIA JOSÉ MOREIRA DA SILVA NO PORTO

29 JOVENS GUINEENSES VÃO ESTUDAR NA ACADEMIA JOSÉ MOREIRA DA SILVA NO PORTO

Vinte e nove estudantes guineenses vão estudar na Academia José Moreira da SILVA, no Porto, norte de Portugal, fruto de uma parceira com a Associação dos Comerciantes, Agricultores e Industriais da província norte da Guiné-Bissau (ACAIPN), anunciou esta terça-feira, 22 de janeiro de 2019, o presidente da organização guineense.

De acordo com Amadú Jaco Canté, as bolsas serão custeadas pela academia e os estudantes contemplados com vão ter formação de três anos no Secretariado, Turismo e Auxiliar de Saúde.

Em conferência de imprensa que antecede a viagem dos jovens estudantes nas instalações de Câmara de Comércio em Bissau, Jaco Canté, disse que a deslocação dos bolseiros à Portugal deve ser encarada com esperança e responsabilidade.

“Conseguimos esta parceria em benefício dos filhos dos nossos associados, porque sabemos que só o governo não pode resolver os problemas de todos os jovens estudantes guineenses, por isso, estamos satisfeitos por esta oportunidade aos nossos filhos”, declarou Jaco Canté.

O protocolo de acordo entre Academia José Moreira da Silva e Associação dos Comerciantes,Agricultores e Industriais da província norte do país, foi alcançado numa visita que o responsável da organização efetuou à cidade do Porto em 2016, para ajudar na formação dos filhos dos associados.

Na sua declaração aos jornalistas na presença dos familiares, Jaco Canté, destaca o papel que estes jovens terão no futuro imediato: “são futuros dirigentes que vão dar continuidade ao projeto nos próximos anos”.

Em nome dos contemplados com bolsa de estudos, Janice Martins, enalteceu o empenho dos dois Governos na formação dos estudantes.

“Agradecemos a Academia José Moreira da Silva e Associação dos Comerciantes, Agricultores e Industriais da província norte do país pelos esforços na atribuição das bolsas de estudo aos estudantes guineenses”.

Segundo informações disponíveis, dos 29 bolseiros, 17 vão partir amanhã para a cidade do Porto e os restantes 12 estão ainda a espera de visto na embaixada de Portugal no país.

De salientar que não é a primeira vez que a academia oferece bolsas de estudo à associação, em março de 2017 concedeu 7 bolsas aos estudantes guineenses.

Por: Alison Cabral

Partilhar esta notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

Close Menu