Inicio
| WWW.RADIOJOVEM.INFO | 102.8MHZ | 24/24 & 7/7 |

GOVERNO PEDE COMPREENSÃO A UNTG SOBRE AUMENTO SALARIAL

8 Maio 2018 Notícias





O primeiro-ministro da Guiné-Bissau, pediu esta segunda-feira (07.05) compreensão aos funcionários sobre a situação do aumento salarial devido a situação sociopolítico do país, numa alusão a greve convocada pela União Nacional dos Trabalhadores da Guiné (UNTG), Central Sindical.

Aristides Gomes, entende a UNTG deve ser mais prudente e o mais realista possível sobre a responsabilidade do atual executivo que passa pela recuperação económica, estabilização política e realização das eleições legislativas em Novembro.

“Nós o que propomos é que haja uma compreensão da situação para que toda gente esteja mais realista possível, que nós tínhamos mesmo entendimento sobre essencial, quer dizer a recuperação económica, estabilização política e as eleições”, explicou Gomes.

Contudo, Gomes, salienta que num país em onde pagar salário é uma tarefa difícil, um país onde a função pública deve ser objetos de reformas, seria prudente exigir reajuste salarial neste momento.

A central sindical dos trabalhadores iniciou hoje e até quarta-feira uma greve na função pública da Guiné-Bissau para exigir melhores condições laborais e reajuste salarial, rubricado pelo então governo liderado por Umaro Sissoco Embalo em Dezembro de 2016.

O líder do executivo falava a imprensa no final da sua visita as instalações da Comissão Nacional das Eleições (CNE) e o Gabinete Técnico de Apoio ao Processo Eleitoral (GTAPE) em Bissau.

Na ocasião foi questionado pela imprensa sobre suspensão dos governadores regionais pela ministra da Administração Territorial, Ester Fernandes, Aristides Gomes, escusou-se a comentar o assunto.

De recordar que Fernandes sustenta a sua decisão com a necessidade de se imprimir “um controlo eficaz” na gestão administrativa local.

Por: Alison Cabral





Partilhar

Deixa um comentário

O seu endereço de email não vai ser publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *