Inicio
| WWW.RADIOJOVEM.INFO | 102.8MHZ | 24/24 & 7/7 |
  • Inicio
  • Notícias
  • Grupo de cidadãos guineenses entrega donativo a principal hospital do país

Grupo de cidadãos guineenses entrega donativo a principal hospital do país

13 Abril 2018 Notícias





Um grupo de cidadãos guineenses entregou hoje ao diretor do principal hospital do país cinco aparelhos de ar condicionado para o centro de tratamento de doentes com queimaduras e para sala de ecografias.

A entrega dos equipamentos, já instalados, foi feita por Albano Barai, um conhecido ativista social guineense que publica regularmente vídeos nas redes sociais com denúncias de diversas situações que ocorrem no país.

A iniciativa de equipar as salas do recobro e das ecografias do hospital Simão Mendes surgiu na sequência de um alerta de solidariedade lançado por Barai na sua página de Facebook, dias depois do trágico acidente que ceifou a vida a dez pessoas na localidade de Bissorã, no norte da Guiné-Bissau.

Ao constatar que os doentes, pessoas que se tinham queimado numa viatura que o condutor enfiou numa fogueira à beira estrada, estavam a necessitar de ajuda, porque os familiares não tinham dinheiro para comprar medicamentos e alimentos, Barai lançou um pedido de apoio prontamente atendido por centenas de guineenses, disse o próprio.

As pessoas deram resposta através do envio de cinco, dez, cem, duzentos euros. Uma comunidade de guineenses no estrangeiro juntou-se e organizou uma iniciativa de angariação de fundos que foram enviados para apoiar os doentes, precisou Albano Barai.

No total, a campanha resultou em cerca de cinco mil euros, acrescentou.

Com esse dinheiro, foram comprados medicamentos e alimentos, e duas mulheres foram transferidas para um hospital no Senegal, mas acabaram por falecer.

“Saíram de Bissau dez dias depois do acidente. Os órgãos vitais já estavam todos atingidos”, afirmou Barai.

Com os doentes em Bissau estabilizados e com todos os medicamentos de que necessitam comprados, alimentação regularmente paga, o grupo de boa vontade, por sugestão de Albano Barai, decidiu aplicar o resto do dinheiro juntado na compra de aparelhos de ar condicionados.

O diretor do Simão Mendes, Francisco Aleluia Lopes, que recebeu simbolicamente os aparelhos das mãos de Albano Barai, agradeceu “o gesto solidário dos bons samaritanos” e pediu que se continue a apoiar o hospital.

Fonte: Lusa





Partilhar

Deixa um comentário

O seu endereço de email não vai ser publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *