Inicio

| WWW.RADIOJOVEM.INFO | 102.8MHZ | 24/24 & 7/7 |

  • Inicio
  • Notícias
  • DIAGNÓSTICO DE TUBERCULOSE TERÁ MAIOR PRECISÃO E RAPIDEZ NA GUINÉ-BISSAU

DIAGNÓSTICO DE TUBERCULOSE TERÁ MAIOR PRECISÃO E RAPIDEZ NA GUINÉ-BISSAU

10 Janeiro 2018 Notícias





Mais de 20 técnicos nacionais do hospital “Raoul Follereau”, principal centro de tratamento da tuberculose da Guiné-Bissau, estão ser capacitados sobre novos aparelhos de diagnósticos da doença, constatou terça-feira, 09 de Janeiro de 2018, uma equipa de reportagem da Rádio Jovem.

O novo equipamento instalado no hospital irá permitir aos profissionais de laboratório fazer teste rápido para diagnóstico de tuberculose com capacidade de detetar a presença do bacilo causador da doença em 80 minutos, segundo a indicação do técnico que está a ministrar a formação.

Para Mamadu Saliu Sanha, representante da “Ahead”, a ONG que gere o hospital “Raoul Follereau”, com a implantação desta nova tecnologia, conhecido por “Gene Xpert” o diagnóstico da tuberculose será mais eficiente.

“Podemos falar que é uma tecnologia altamente avançada, sobretudo em África, porque poucos hospitais têm estes aparelhos que podem testar os bacilos causadores da doença, por isso, esta tecnologia é muito importante para testar os pacientes com a tuberculose, porque anteriormente tínhamos muitas dificuldades, mas agora utilizando estes aparelhos da última geração, o diagnóstico vai ser muito eficiente”, explicou Saliu Sanha.

A ação de formação destinada aos profissionais do laboratório do principal centro de tratamento da tuberculose do país está ser ministrado por um biólogo italiano e especialista em microbiologia, Renzo Cristofoli.

Durante cinco dias, o biólogo italiano para além de capacitar os profissionais da saúde, vai ainda capacitar os utilizadores destes novos aparelhos na forma de interpretar com precisão todos os dados obtidos, através deste aparelho de nova tecnologia que está copulada a um sistema informativo.

Em declaração a imprensa, Renzo Cristofoli, realçou as vantagens destas tecnologias, contudo referiu que o fundamental é ter capacidade para utilizar estes aparelhos.

“Não é muito complicado utilizar estes aparelhos, mas quando os profissionais de saúde vão trabalhar com este apareho de alta tecnologia é preciso ter conhecimentos adequados”, alertou biólogo e especialista em microbiologia.

A tuberculose é uma doença infectocontagiosa causada por bactéria que afeta principalmente os pulmões. A transmissão ocorre de pessoa para pessoa e é propagada pelo ar. Um doente, sem tratamento, pode infectar de 10 a 15 pessoas por ano.

Segundo especialistas da saúde, o aumento do consumo de bebidas alcoólicas e do tabaco associado à fraca alimentação são também outros dos fatores para este recrescimento da doença.

De referir que a Organização Não Governamental Italiana, Ajuda a Saúde e Desenvolvimento (AHEAD), que assumiu administração do hospital “Raoul Follereau”, tem estado a investir muitos recursos financeiros na assistência aos doentes de tuberculose internados no centro.

// Alison Cabral

Fotos: Alison Cabral





Partilhar

Deixa um comentário

O seu endereço de email não vai ser publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *